Pular para o conte√ļdo

Indulgências Parciais

  • por

As ora√ß√Ķes do povo e as gra√ßas da trindade recolhidas por Maria e enviadas √†s almas do Purgat√≥rio

Indulgências parciais removem parte ou toda a culpa ou dívida pendente de uma alma no purgatório.

Deve-se lembrar que, para obter indulgência parcial, é necessário realizar o trabalho enriquecido com a indulgência, ter a intenção de vencê-la e, pelo menos, ser arrependido internamente.

N√£o h√° limite para ganh√°-los no dia.

A indulgência parcial acrescenta a remissão da mesma quantia de penalidade que o mesmo trabalho ganha por fazê-lo. Em outras palavras, com indulgência, obtém-se duas vezes mais remissão pelo mesmo ato como se fosse sem ele.

Fa√ßa o download do aplicativo Liberando Almas do Purgat√≥rio, que o ajudar√° junto com outras ora√ß√Ķes, aconselhando os hor√°rios e dias para lucrar-las.

Existem quatro concess√Ķes gerais que incluem atos que concedem indulg√™ncia parcial e uma concess√£o especial que descreve atos mais espec√≠ficos.

Concess√£o 1:

Concede-se indulg√™ncia parcial ao fiel que, no cumprimento de seus deveres e na toler√Ęncia das afli√ß√Ķes da vida, ergue o esp√≠rito a Deus com humilde confian√ßa, acrescentando alguma piedosa invoca√ß√£o, mesmo s√≥ em pensamento.

Por esta primeira concessão os fiéis, são como que conduzidos pela mão e ao mesmo tempo aconselhados ao cumprimento de seus deveres, de modo a conservar e aumentar sua união com Cristo.

Concess√£o 2:

Concede-se indulg√™ncia parcial ao fiel que, levado pelo esp√≠rito de f√©, com o cora√ß√£o misericordioso, disp√Ķe de si pr√≥prio e de seus bens no servi√ßo dos irm√£os que sofrem falta do necess√°rio.

O fiel √© atra√≠do por esta concess√£o de indulg√™ncia para que, seguindo o exemplo e preceito do Cristo Jesus, execute mais freq√ľentemente obras de caridade ou de miseric√≥rdia. Contudo, nem todas as obras de caridade s√£o enriquecidas de indulg√™ncia, mas s√≥ as que s√£o feitas “para servi√ßo dos irm√£os que sofrem falta do necess√°rio” como comida ou roupa para o corpo, ou consola√ß√£o para alma.

Concess√£o 3:

Concede-se indulg√™ncia parcial ao fiel que se abst√©m de coisa l√≠cita e agrad√°vel, em esp√≠rito espont√Ęneo de penit√™ncia.

Por esta terceira concess√£o √© impelido o fiel a refrear suas m√°s inclina√ß√Ķes, a aprender a sujeitar o corpo e a se conformar com Cristo pobre e paciente.

Pois a penit√™ncia tanto mais vale quanto mais se une √† caridade, conforme as palavras de S√£o Le√£o Magno: “Demos √† virtude o que subtrairmos ao prazer. Torne-se refei√ß√£o dos pobres a abstin√™ncia do que jejua”.

Lembre-se de que aqueles feitos por lei ou por mandato, como abstinência de carne às sextas-feiras ou jejum na quarta-feira de cinzas e sexta-feira santa, não entram aqui.

Concess√£o 4:

A indulg√™ncia parcial √© concedida ao crist√£o fiel que, em circunst√Ęncias particulares da vida cotidiana, d√° testemunho expl√≠cito de f√© diante dos outros. Essa concess√£o encoraja o crist√£o fiel a professar sua f√© diante dos outros, para a gl√≥ria de Deus e a edifica√ß√£o da Igreja. (√Č necess√°rio enfatizar a necessidade de que o testemunho seja expl√≠cito).

OUTRAS CONCESS√ēES

Lembre-se de que todas as ora√ß√Ķes s√£o cobertas pela concess√£o 1, portanto omitirei as que se referem √†s ora√ß√Ķes e as incluirei no final; voc√™ est√° l√° porque √© muito querido pelos fi√©is, mas isso n√£o significa que as outras n√£o sejam cobertas.

Doutrina Crist√£

Indulgência parcial é concedida ao cristão fiel que trabalha no ensino ou no aprendizado da doutrina cristã.

Exame de consciência e ato de contrição

Indulgência parcial é concedida ao cristão fiel que, especialmente na preparação da confissão sacramental,

  1. examine sua consciência com o firme propósito de emendar;
  2. Recitamos piedosamente qualquer fórmula legítima do ato de contrição.

Lembre-se de que você pode obter indulgência com o que foi enviado à Penitência pelo confessor, por exemplo, se ele enviar o Rosário para orar.

Uso de objetos de misericórdia

Indulgência parcial é concedida ao cristão fiel que, na solenidade dos santos apóstolos Pedro e Paulo (29/06), usa com devota atitude interna algum objeto de misericórdia devidamente abençoado por qualquer sacerdote ou diácono.

Note que se ele é abençoado pelo papa ou por um bispo, a indulgência é plenária.

Oração Mental

A indulgência parcial é concedida ao cristão fiel que, por sua edificação pessoal, faz piedosamente a oração mental.

Participação na pregação sagrada

A indulgência parcial é concedida ao cristão fiel que assiste atenta e devotamente a outras formas de pregação sagrada da Palavra de Deus (exceto durante a Santa Missão, pois são plenárias).

Profissão de fé e atos de virtudes teológicas

Indulgência parcial é concedida ao cristão fiel que:

  1. renovar as promessas do batismo, usando qualquer fórmula usual;
  2. Faça o sinal da cruz com devoção, dizendo as palavras usuais:

Em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo. Amém

  1. Ore com piedade o S√≠mbolo dos Ap√≥stolos ou o S√≠mbolo Niceno-Constantinopolitano (que s√£o as duas √ļnicas formas de profiss√£o de f√© aprovadas pela Igreja e usadas de maneira intercambi√°vel na missa);
  2. Orar com piedade pelos atos das virtudes teológicas, usando qualquer fórmula legítima.

Para os fiéis falecidos

A indulgência parcial é concedida, aplicável apenas às Almas do Purgatório, ao cristão fiel que:

  1. visitar (lembre-se de que entre 1 e 8 de novembro se obtém indulgência plenária) devotamente ao cemitério e ore pelos mortos, mesmo que apenas mentalmente;
  2. Louvar piedosamente Laudes e V√©speras do Of√≠cio dos Mortos ou a invoca√ß√£o “Dai-lhes Senhor o descanso eterno”:

Dai-lhes Senhor o descanso eterno e que a luz perpétua as ilumine, Descansem em paz. Amém.

Leitura das Sagradas Escrituras

Indulgência parcial é concedida ao cristão fiel que lê a Sagrada Escritura com veneração devido à palavra divina e como uma leitura espiritual (lembre-se de que se for por mais de meia hora, você poderá obter indulgência plenária)

Se, por uma causa razoável, o cristão fiel não puder ler, a indulgência será concedida, em plenário ou parcial, conforme indicado, se o texto da Sagrada Escritura for lido por outra pessoa ou for ouvido através de um dispositivo de áudio ou vídeo

Visita aos lugares sagrados

Indulgência parcial é concedida ao cristão fiel que visita com devoção o cemitério dos antigos cristãos ou catacumbas.

Adoração do Santíssimo Sacramento e procissão

Indulgência parcial é concedida ao cristão fiel que:

  1. visitar o Santíssimo Sacramento para adorá-lo;
  2. Fa√ßa a Jesus presente no Sant√≠ssimo Sacramento alguma ora√ß√£o eucar√≠stica legitimamente aprovada por exemplo, hino “Adorad prostrate” (Tantum ergo).

T√£o sublime sacramento
vamos todos adorar,
pois um Novo testamento
vem o antigo suplantar!
Seja a fé nosso argumento
se o sentido nos faltar.
Ao eterno Pai cantemos
e a Jesus, o Salvador,
igual honra tributemos,
ao Espírito de amor.
Nossos hinos cantaremos,
chegue ao céus nosso louvor.
Amém.

V/. Do céu lhes deste o pão,
R/. Que contém todo o sabor.

Oremos: Senhor Jesus Cristo, neste admirável Sacramento, nos deixastes o memorial da vossa Paixão. Dai-nos venerar com tão grande amor o mistério do vosso corpo e do vosso sangue, que possamos colher continuamente os frutos da vossa redenção. Vós que viveis e reinais para sempre.

Comunhão eucarística e espiritual

Indulgência parcial é concedida ao cristão fiel que, com qualquer fórmula aprovada, recita:

  1. um ato de comunh√£o espiritual;
  2. uma f√≥rmula de a√ß√£o de gra√ßas ap√≥s a comunh√£o (por exemplo, “Alma de Cristo”; “Eis-me aqui, √≥ bom e dulc√≠ssimo Jesus”).

Alma de Cristo, santificai-me.
Corpo de Cristo, salvai-me.
Sangue de Cristo, inebriai-me.
√Āgua do lado de Cristo, lavai-me.
Paix√£o de Cristo, confortai-me.
√ď bom Jesus, ouvi-me.
Dentro de vossa chagas, escondei-me.
Não permitais que me separe de vós.
Do espírito maligno defendei-me.
Na hora da morte chamai-me e
mandai-me ir para vós,
para que com vossos Santos vos louve
por todos os séculos dos séculos.
Amém.

(Miss. Rom., ação de graças depois da missa.)

Eis-me aqui, √≥ bom e dulc√≠ssimo Jesus! De joelhos me prostro em vossa presen√ßa e vos suplico com todo o fervor de minha alma que vos digneis gravar no meu cora√ß√£o os mais vivos sentimentos de f√©, esperan√ßa e caridade, verdadeiro arrependimento de meus pecados e firme prop√≥sito ele emenda, enquanto vou considerando com vivo afeto e dor as vossas cinco chagas, tendo diante dos olhos aquilo que o profeta Davi j√° nos fazia dizer, √ď bom Jesus: “Transpassaram minhas m√£os e meus p√©s e contaram todos os meus ossos”.

(Miss. Rom., ação de graças depois da missa.).

Plegarias a la Santísima Virgen María

A ora√ß√£o do Santo Ros√°rio fora das circunst√Ęncias para obter indulg√™ncia plen√°ria, a indulg√™ncia ser√° parcial.

Indulgência parcial é concedida ao cristão fiel que:

  1. piamente recitar o canto “A minh\’alma engrandece o Senhor” (Magn√≠ficat);
  2. ao amanhecer, ao meio-dia e ao p√īr do sol, ore com devo√ß√£o a ora√ß√£o “O Anjo do Senhor” (Angelus) com os versos e a devida ora√ß√£o, ou na P√°scoa a ant√≠fona “Rainha do C√©u” (Regina Caeli), tamb√©m com sua ora√ß√£o correspondente
  3. Levar fervorosamente √† Virgem Maria qualquer uma das ora√ß√Ķes aprovadas.

Magníficat

A minh’alma engrandece o Senhor
e exulta meu espírito em Deus, meu Salvador;

Porque olhou para a humildade de sua serva,
doravante as gera√ß√Ķes h√£o de chamar-me de bendita.

O Poderoso fez em mim maravilhas,
e Santo é o seu nome!

Seu amor para sempre se estende
sobre aqueles que o temem;

Manifesta o poder de seu braço,
dispersa os soberbos;

Derruba os poderosos de seus tronos
e eleva os humildes;

Sacia de bens os famintos,
despede os ricos sem nada.

Acolhe Israel, seu servidor,
fiel ao seu amor,

Como havia prometido a nossos pais,
em favor de Abra√£o e de seus filhos para sempre.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Angelus

V/. O anjo do Senhor anunciou a Maria.
R/. E ela concebeu do Espírito Santo.

Ave, Maria…

V/. Eis aqui a serva do Senhor.
R/. Faça-se em mim segundo a vossa palavra.

Ave, Maria…

V/. E o Verbo se fez homem.
R/. E habitou entre nós.

Ave, Maria…

V/. Rogai por nós, santa Mãe de Deus,
R/. Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oremos: Derramai, √≥ Deus, a vossa gra√ßa em nossos cora√ß√Ķes, para que, conhecendo pela mensagem do Anjo a encarna√ß√£o do vosso Filho, cheguemos, por sua paix√£o e cruz, √† gl√≥ria da ressurrei√ß√£o. Por Cristo, nosso Senhor. Am√©m.

(Miss. Rom., dom IV do Adv., coleta.).

Oração ao anjo da guarda

Indulgência parcial é concedida ao cristão fiel que invoca devotamente seu anjo da guarda com uma oração devidamente aprovada (por exemplo, o seguinte):

Anjo de Deus, que sois a minha guarda, e a quem fui confiado por celestial piedade, iluminai-me, guardai-me, protegei-me, governai-me. Amém.

Ora√ß√Ķes em homenagem a S√£o Jos√©

Indulgência parcial é concedida ao cristão fiel que invoca devotamente São José, marido da Virgem Maria, com uma oração devidamente aprovada (por exemplo, o seguinte):

A vós, São José, recorremos em nossa tribulação e, depois de ter implorado o auxílio ele vossa santíssima esposa, cheios de confiança solicitamos também o vosso patrocínio. Por esse laço sagrado de caridade que vos uniu à Virgem, Imaculada Mãe de Deus, e pelo amor paternal que tivestes ao Menino Jesus, ardentemente suplicamos que lanceis um olhar benigno sobre a herança que Jesus Cristo conquistou com seu sangue, e nos socorrais em nossas necessidades com o vosso auxílio e poder. Protegei, ó guarda providente da divina família, o povo eleito de Jesus Cristo. Afastai para longe de nós, ó pai amantíssimo, a peste do erro e do vício. Assisti-nos do alto do céu, ó nosso fortíssimo sustentáculo, na luta contra o poder das trevas, e assim como outrora salvastes da morte a vida ameaçada do Menino Jesus, assim também defendei agora a Santa Igreja de Deus das ciladas de seus inimigos e de toda a adversidade. Amparai a cada um de nós com o vosso constante patrocínio, a fim de que, a vosso exemplo e sustentados com o vosso auxílio, possamos viver virtuosamente, morrer piedosamente e obter no céu a eterna bem-aventurança. Amém.

Ora√ß√Ķes em honra dos santos ap√≥stolos Pedro e Paulo

Indulgência parcial é concedida ao cristão fiel que ora com devoção aos santos apóstolos Pedro e Paulo.

Santos Apóstolos Pedro e Paulo, intercedei por nós. Protegei, Senhor, o vosso povo, que confia na proteção dos vossos Apóstolos Pedro e Paulo, e conservai-o com a vossa contínua defesa. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.

Ora√ß√Ķes em honra de outros santos e aben√ßoadas

Concede-se indulg√™ncia parcial ao fiel que, no dia da celebra√ß√£o lit√ļrgica de qualquer Santo, recitar em sua honra a ora√ß√£o tomada do Missal ou outra aprovada pela autoridade eclesi√°stica.

Novenas, Ladainhas y Ofícios breves

Concede-se indulgência parcial ao fiel que:

  1. assistir devotamente √†s novenas p√ļblicas (por exemplo, antes das solenidades do Natal, de Pentecostes ou da Imaculada Concei√ß√£o); Observe que, dentre as muitas novenas existentes, essas se destacam, t√£o caras √† piedade popular.
  2. as ladainhas aprovadas pela autoridade competente (por exemplo, do santíssimo Nome de Jesus, do Sagrado Coração de Jesus, do preciosíssimo Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo, da Santíssima Virgem Maria, de São José, de Todos os Santos);
  3. Ore com devoção por um dos Ofícios breves legitimamente aprovados (por exemplo, Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo, do Sagrado Coração de Jesus, da Santíssima Virgem Maria, da Imaculada Conceição, de São José).

Ora√ß√Ķes das Igrejas Orientais

Indulg√™ncia parcial √© concedida ao crist√£o fiel que, de acordo com o tempo e as circunst√Ęncias, recita com devo√ß√£o qualquer uma das seguintes ora√ß√Ķes:

Ora√ß√£o de a√ß√£o de gra√ßas (da tradi√ß√£o arm√™nia); Ora√ß√£o da tarde, Ora√ß√£o pelos mortos (da tradi√ß√£o bizantina); Ora√ß√£o do Santu√°rio, Ora√ß√£o ¬ęLakhu Mara¬Ľ ou ¬ęA ti, Senhor¬Ľ (da tradi√ß√£o caldeu); Ora√ß√£o de Incenso, Ora√ß√£o pela glorifica√ß√£o de Maria, M√£e de Deus (da tradi√ß√£o copta); Ora√ß√£o pelo perd√£o dos pecados, Ora√ß√£o para alcan√ßar o seguimento de Cristo (da tradi√ß√£o et√≠ope); Ora√ß√£o pela Igreja, Ora√ß√£o de despedida ap√≥s a celebra√ß√£o lit√ļrgica (da tradi√ß√£o maronita); Intercess√Ķes pelos falecidos da Liturgia de Santiago (da tradi√ß√£o s√≠rio-antioquia).

Ora√ß√Ķes pelos benfeitores (a Igreja incentiva e recompensa a virtude da gratid√£o)

Indulgência parcial é concedida ao cristão fiel que, movido por um afeto sobrenatural de gratidão, recita devotamente uma oração pelos benfeitores, devidamente aprovada (por exemplo, o seguinte).

Senhor, todos aqueles que por sua causa tornaram-se nossos benfeitores, se dignou a recompensá-los com a vida eterna. Amém

Ora√ß√Ķes pelos pastores da Igreja

Indulgência parcial é concedida aos fiéis que:

  1. No espírito da devoção filial, recite alguns prez aprovados para o Sumo Pontífice, como Oremus pro Pontifice nostro N.
  2. Do mesmo modo, no início do ministério pastoral do bispo eparquial ou diocesano, recite alguma oração por eles, tirada do Missal.

Preces e s√ļplicas em a√ß√£o de gra√ßas

Indulgência parcial é concedida ao cristão fiel que:

1¬ļ no in√≠cio ou no final do dia;
2¬ļ no in√≠cio ou no final de uma negocia√ß√£o;
3¬ļ antes ou depois do intervalo;

‚Ķ recitar com devo√ß√£o alguns pedidos ou a√ß√Ķes de gra√ßas legitimamente aprovados.

Fa√ßa o download do aplicativo Liberando Almas do Purgat√≥rio, que o ajudar√° junto com outras ora√ß√Ķes, aconselhando os hor√°rios e dias para lucrar-las.

De volta

Deixe um coment√°rio

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *