Atos de consagração e reparação

Corações Unidos de Jesus e Maria

A consagração de algo é reservá-lo para ser usado exclusivamente no sagrado, quando nos consagramos a Jesus e Maria, estamos dizendo que nos separamos voluntariamente do mundo a ser usado por eles nas coisas que eles querem, ou seja, nos comprometemos a deixar nossa vontade para lado e se submetem ao deles, então, em qualquer situação que eles nos colocarem, devemos aceitar sua vontade e agradecer que nos permita participar do plano de salvação. É por isso que as consagrações não são algo que leve a sério, como aconteceu com Maria Simma, que se consagrou à virgem Maria quando jovem; ela as entregou às almas do purgatório para pedir ajuda e, de fato, passou a vida recebendo visitas de o mesmo pedindo que favores sejam aliviados ou liberados. Por esse motivo, as consagrações devem ser levadas a sério.

Quanto às reparações, são atos para compensar os sofrimentos que os corações sagrados têm pelo mau comportamento e pelas ofensas que recebem; pelo Sagrado Coração de Jesus, temos a comunhão das 9 primeiras sextas-feiras, a adoração da Eucaristia e as ato de reparação na solenidade do Sagrado Coração de Jesus que é acompanhado por uma indulgência plenária. Para o imaculado Coração de Maria, há a comunhão dos primeiros 5 sábados do mês.

Consagrações ao Sagrado Coração de Jesus
Consagração total ao Imaculado Coração de Maria segundo São Luís Maria Grignion de Monfort
Consagração de 33 dias ao Imaculado Coração de Maria – Medjugorje
Consagrações ao Imaculado Coração de Maria
Reparação do Sagrado Coração de Jesus
Reparação do Imaculado Coração de Maria

Baixe o aplicativo Amando os corações de Jesus e Maria que o ajudarão a praticar essas consagrações e reparos, juntamente com outras orações e práticas para os corações de Jesus e Maria.

Consagrações ao Sagrado Coração de Jesus

Consagração ao Sagrado Coração, escrita por Santa Margarida Maria Alacoque:

Eu (o seu nome), Vos dou e consagro, oh Sagrado Coração de Jesus Cristo, a minha vida, as minhas ações, penas e sofrimentos, para não querer mais servir-me de nenhuma parte do meu ser, senão para Vos honrar, amar e glorificar. É esta a minha vontade irrevogável: ser todo Vosso e tudo fazer por Vosso amor, renunciando de todo o meu coração a tudo quanto Vos possa desagradar.

Tomo-Vos, pois, ó Sagrado Coração, por único bem do meu amor, protetor da minha vida, segurança da minha salvação, remédio da minha fragilidade e da minha inconstância, reparador de todas as imperfeições da minha vida e meu asilo seguro na hora da morte.

Sê, ó Coração de bondade, a minha justificação diante de Deus, Vosso Pai, para que desvie de mim a Sua justa cólera.

Ó Coração de amor, deposito toda a minha confiança em Vós, pois tudo temo de minha malícia e de minha fraqueza, mas tudo espero de Vossa bondade! Extingui em mim tudo o que possa desagradar-Vos ou que se oponha à Vossa vontade.

Seja o Vosso puro amor tão profundamente impresso em meu coração, que jamais possa eu esquecer-Vos nem separar-me de Vós. Suplico-Vos que o meu nome seja escrito no Vosso Coração, pois quero fazer consistir toda a minha felicidade e toda a minha glória em viver e morrer como Vosso escravo. Amém.

Consagração da Família ao Sagrado Coração

Coração Sagrado de Jesus, que revelastes à bem-aventurada Margarida Maria o desejo de reinar sobre as famílias cristãs, nós queremos, hoje, proclamar Vosso reinado mais absoluto sobre a nossa família. Nós queremos viver, desde hoje, segundo a Vossa vida, queremos fazer florescer entre nós as virtudes às quais prometestes, a paz já aqui na terra; queremos banir para longe de nós o espírito do mundo que Vós reprovastes.

Vós reinareis sobre nossas inteligências pela simplicidade da fé, reinareis sobre nossos corações pelo amor sem reserva, em que estão abrasadas para Convosco e que conservaremos em nós ardente, pela recepção frequente de Vossa divina Eucaristia.

Dignai-Vos, Divino Coração, presidir nossas reuniões, abençoar nossos empreendimentos espirituais e temporais, afastar nossos cuidados, santificar nossas alegrias, consolar nossas penas e, se algum de nós tivesse a desgraça de contristar-Vos, lembrai-lhe ó, Coração de Jesus, que sois bom e misericordioso para com o pecador penitente, e quando soar a hora da separação, quando vier a morte lançar o luto entre nós, todos nós, os que partem e os que ficam, conformaremo-nos com os Vossos desígnios eternos. Consolaremo-nos com o pensamento de que dia virá em que toda família, reunida no céu, poderá cantar para sempre Vossas glórias e Vossos benefícios.

Que o Imaculado Coração de Maria, que o glorioso patriarca São José, dignem-se apresentar-Vos esta consagração e no-la fazer lembrar todos os dias de nossa vida.

Viva o Coração de Jesus, nosso Rei e nosso Pai!

Amém.

ORAÇÃO CONSAGRATÓRIA AO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS.

Coração Sagrado de meu amado Jesus: eu, ainda que vilíssima criatura, vos dou e consagro minha pessoa, vida e ações, penas e padecimentos, confiando que nenhuma parte de meu ser me sirva se não é para amar-vos, honrar-vos e glorificar-vos.

Esta é minha vontade irrevogável: Ser todo vosso e fazer tudo por vosso amor, renunciando de todo o meu coração a quanto possa desagradar-vos.
Vos tomo, pois, oh! Coração Divino, pelo único objeto de meu amor, protetor de minha vida, prenda de minha salvação, remédio de minha inconstância, reparador de todas as culpas de minha vida; e asilo seguro na hora de minha morte.
Sede, pois, oh! Coração bondoso, minha justificação para com Deus Pai, e afastai de mim os raios de sua justa cólera.

Oh! Coração amoroso, ponho toda a minha confiança em Vós, pois ainda que temo tudo de minha fraqueza, sem dúvida, tudo o espero de vossa misericórdia; Consumi em mim tudo o que vos desagrada e resiste, e fazei que vosso puro amor se imprima tão intimamente em meu coração, que jamais chegue a esquecer-vos nem a estar separado de Vós.

Vos suplico, por vossa mesma bondade, escrevais meu nome em Vós mesmo, pois quero ter cifrada toda minha sorte em viver e morrer como vosso escravo. Amém.

CONSAGRAÇÃO AO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS PARA TODOS OS DIAS

Sacratíssima Rainha dos Céus e Mãe minha amabilíssima! eu n.n., ainda que cheio de misérias e maldades, alentado sem dúvida com a atenção benigna do Coração de Jesus, desejo consagrar-me a Ele; mas, conhecendo bem minha indignidade e inconstância, não quero oferecer nada sem que fosse por vossas maternais mãos, e confiando a teus cuidados o fazer-me cumprir bem todas as minhas resoluções.

Coração dulcíssimo de Jesus, Rei de bondade e de amor, feliz e agradecido aceito com toda a decisão de minha alma esse suavíssimo pacto de cuidar Vós de mim e eu de Vós, ainda que saibas que vais sair perdendo.

O meu quer, que seja vosso; tudo ponho em vossas mãos bondosas: minha alma, a salvação eterna, a liberdade, o progresso interior, as misérias, o meu corpo, a minha vida e saúde; o pouco de bom que eu faça ou por mim ofereçam outros em vida ou depois de morto, de tudo podes servir-vos; minha família, deveres, negócios, ocupações, etc., para que, em todas estas coisas, sem dúvida, sejas Vós o Rei que faça e desfaça a seu gosto, pois eu estarei muito conformado, ainda que me custe, com o que disponha sempre esse Coração amante que busca em tudo o meu bem.

Quero em troca, Coração amabilíssimo, que a vida que me reste não seja uma vida vazia; quero fazer algo, melhor ainda queria fazer muito, para que reines no mundo; quero com oração ou jaculatórias breves, com as ações do dia, com minhas penas aceitadas, com meus êxitos poucos, e enfim, quero estar a todo momento fazendo algo por Vós.

Fazei que tudo leve o selo de vosso reinado divino e de vossa reparação até minha morte, que quem sabe seja o broche de ouro, o ato de caridade que cerre toda uma vida de apóstolo fevorosíssimo. Amém.

FÓRMULA DE CONSAGRAÇÃO DA HUMANIDADE AO CORAÇÃO SACRATÍSSIMO DE JESUS.

(“Annum Sacrum”, Carta Encíclica de Leão XIII)

Ó dulcíssimo Jesus, ó Redentor do gênero humano, lançai um olhar sobre nós, humildemente prostrados diante do vosso altar. Somos vossos e vossos queremos ser; e para podermos viver mais estreitamente unidos a Vós, eis que cada um de nós se consagra ao vosso Sacratíssimo Coração. Muitos, porém, já não Vos conhecem; muitos, ao desprezar os vossos mandamentos, repudiam-Vos. O benigníssimo Jesus, tende piedade de uns e de outros; e atraí todos ao Vosso Coração Santíssimo.

Oh Senhor, sê o Rei não só dos fiéis que não se distanciaram de Vós, mas também destes filhos pródigos que Vos abandonaram; fazei com que estes retornem à casa paterna o quanto antes para não morrerem de miséria e fome. Sê o Rei de todos os que vivem no engano do erro ou que por discordarem de Vós se separaram; chamai-os ao porto da verdade e da unidade da Fé para que assim, em breve, não haja mais que um só rebanho sob um só Pastor.

Sê finalmente o Rei de todos os que estão envoltos nas superstições do paganismo e não recuseis tirá-los das trevas para traze-los à luz do Reino de Deus.

Obtende, oh Senhor, a integridade e liberdade segura para a vossa Igreja; dai a todo o povo a tranqüilidade da ordem; fazei com que de uma extremidade à outra da terra ressoe esta única voz: “Seja louvado este Coração do qual provém a nossa salvação; a Ele a glória e a honra pelos séculos. Amém!”

Baixe o aplicativo Amando os corações de Jesus e Maria que o ajudarão a praticar essas consagrações e reparos, juntamente com outras orações e práticas para os corações de Jesus e Maria.

Consagração total ao Imaculado Coração de Maria segundo São Luís Maria Grignion de Monfort

O método de consagração total à Virgem Maria de São Luís Maria Grignion de Montfort, também é conhecido como “consagração de 33 dias”. Essa forma ou método de consagração ocorre durante um período de 33 dias, dos quais os 12 primeiros são considerados “dias de preparação”. O último dia dele deve coincidir com qualquer uma das festividades marianas (às quais o devoto tem mais devoção).

Essa consagração é uma devoção católica tradicional e não tem conexão com a “consagração” de 33 dias proposta em Medjugorje.

A fórmula da total consagração a Jesus por Maria de San Luis Maria Grignion de Montfort não deve ser tomada de ânimo leve.

Como fazer isso

Para realizar a Consagração ao Imaculado Coração de Maria, deve ser escolhida a data de uma das principais celebrações do calendário mariano e, contando a partir dessa data, volte 33 dias e tome isso como ponto de partida da consagração.

Nossa Senhora de Lourdes
Festa dia e dia da consagração: 11 de fevereiro
Dia para iniciar a consagração: 9 de janeiro
Assunção de Maria
Festa dia e dia da consagração: 25 de março
Dia para iniciar a consagração: 20/21 de fevereiro
Nossa Senhora de Fátima
Festa dia e dia da consagração: 13 de maio
Dia para iniciar a consagração: 10 de abril
A Visitação de Nossa Senhora
Festa dia e dia da consagração: 31 de maio
Dia para começar a consagração: 28 de abril
Nossa Senhora do Perpétuo Socorro
Festa dia e dia da consagração: 27 de junho
Dia para começar a consagração: 25 de maio
Nossa Senhora de Carmen
Festa dia e dia da consagração: 16 de julho
Dia para começar a consagração: 13 de junho
Assunção da Bem-Aventurada Virgem Maria
Festa dia e dia da consagração: 15 de agosto
Dia para começar a consagração: 13 de julho
Reino de Maria
Festa dia e dia da consagração: 22 de agosto
Dia para começar a consagração: 20 de julho
Nascimento de Maria
Festa dia e dia da consagração: 8 de setembro
Dia para começar a consagração: 6 de agosto
Nossa Senhora das Dores
Festa dia e dia da consagração: 15 de setembro
Dia para começar a consagração: 13 de agosto
Nossa Senhora do Rosário
Festa dia e dia da consagração: 7 de outubro
Dia para iniciar a consagração: 4 de setembro
Apresentação da Virgem Maria
Festa dia e dia da consagração: 21 de novembro
Dia para começar a consagração: 19 de outubro
Virgem da Medalha Milagrosa
Festa dia e dia da consagração: 27 de novembro
Dia para começar a consagração: 25 de outubro
Imaculada Conceição de Maria
Dia da festa e dia da consagração: 8 de dezembro
Dia para começar a consagração: 5 de novembro
Nossa Senhora de Guadalupe
Festa dia e dia da consagração: 12 de dezembro
Dia para iniciar a consagração: 7 de novembro
Maria Mãe de Deus
Festa dia e dia da consagração: 1 de janeiro
Dia para começar a consagração: 29 de novembro

Festa do Imaculado Coração de Maria, que é o sábado após sexta-feira do Sagrado Coração de Jesus

Ao final desses 33 dias preparatórios, o ato de consagração será confessado, comunicado e realizado. Também é possível tirar a data de qualquer outra dedicação mariana reconhecida pela Igreja para realizar a consagração.

Esta consagração é dividida em 4 partes, cada parte convida você a meditar sobre um tópico específico, a primeira parte dura 12 dias, as outras três últimos 7 dias cada.

PRIMEIRA PARTE (do dia 1 ao 12)
SEGUNDA PARTE (do dia 13 ao 19)
TERCEIRA PARTE (do dia 20 ao 26)
QUARTA PARTE (de 27 a 33)

Baixe o aplicativo Amando os corações de Jesus e Maria que o ajudarão a praticar essas consagrações e reparos, juntamente com outras orações e práticas para os corações de Jesus e Maria.

Consagração de 33 dias ao Imaculado Coração de Maria – Medjugorje

A consagração ao Imaculado Coração de Maria é um evento que somente um número seleto de pessoas pode realizar.
Quem os escolherá?
Nada mais e nada menos que a própria Virgem! Ela, através dos videntes de Medjugorje, elaborou um plano de preparação de 33 dias (33 é o número de anos da vida de Jesus, seu amado Filho), indicando as principais linhas de cada dia com mensagens para cada um. deles.

Ela convida todo homem ou mulher que recebe este livrinho a se alistar no exército que está preparando para o fim dos tempos que antecede o triunfo definitivo de seu Imaculado Coração, fato que acontecerá irreversivelmente de acordo com os desígnios de Deus, como os A Virgem de Fátima anunciou na época.

Aqueles que realizam a consagração ao Imaculado Coração de Maria, com uma preparação verdadeira e sincera, conforme solicitado por ela e de acordo com suas próprias palavras, transcritas neste livro, receberão o Espírito Santo em seus corações e suas vidas serão dirigidas. rumo à santidade e perfeição radicais, sob a proteção especial da Virgem.

A partir do momento da consagração, Ela os alistará em seu exército vitorioso e eles farão parte de seu séquito no Dia do Senhor. Só é necessário meditar todos os dias o que a Virgem Maria fala para cada um deles, colocar em prática o que ela própria sugere em suas localidades e se preparar intensa e simplesmente com a melhor disposição de espírito, confiante de que ela nos ajudará a realmente uma verdadeira conversão surge em nossos corações. É uma promessa que ela tem para quem deseja fazer parte de seu grande exército vencedor.

Se uma oração sincera do coração for acrescentada ao que foi dito, durante todo o período de preparação, a eficácia dessa oração será garantida pela própria promessa e palavra da Santíssima Virgem, que já está no momento em que finalmente vai esmagar a Igreja. cabeça de serpente infernal.

Enquanto se prepara para o Ato de Consagração, lembre-se de que o desejo de Deus, o Pai, está sendo cumprido. É um ato; e uma promessa que será renovada diariamente, e não simplesmente palavras recitadas.

A consagração viva requer o sacrifício de sua própria vontade, para que sua vontade seja cumprida em nós.

Somos solicitados a ser santos, a ser os faróis de Cristo no caminho da santificação; através do Imaculado Coração de Maria, somos reunidos e formados para oferecer ao mundo o exemplo dessa resposta ao seu chamado: É pelo triunfo do seu Sagrado Coração que esta consagração implica um compromisso.

Antes de começar, recomendo escolher a data de consagração que coincide com uma festa mariana e, a partir daí, conte 33 dias anteriores para fazer essa preparação, pois como orientação abaixo, existem algumas datas possíveis:

Nossa Senhora de Lourdes
Festa dia e dia da consagração: 11 de fevereiro
Dia para iniciar a consagração: 9 de janeiro
Assunção de Maria
Festa dia e dia da consagração: 25 de março
Dia para iniciar a consagração: 20/21 de fevereiro
Nossa Senhora de Fátima
Festa dia e dia da consagração: 13 de maio
Dia para iniciar a consagração: 10 de abril
A Visitação de Nossa Senhora
Festa dia e dia da consagração: 31 de maio
Dia para começar a consagração: 28 de abril
Nossa Senhora do Perpétuo Socorro
Festa dia e dia da consagração: 27 de junho
Dia para começar a consagração: 25 de maio
Nossa Senhora de Carmen
Festa dia e dia da consagração: 16 de julho
Dia para começar a consagração: 13 de junho
Assunção da Bem-Aventurada Virgem Maria
Festa dia e dia da consagração: 15 de agosto
Dia para começar a consagração: 13 de julho
Reino de Maria
Festa dia e dia da consagração: 22 de agosto
Dia para começar a consagração: 20 de julho
Nascimento de Maria
Festa dia e dia da consagração: 8 de setembro
Dia para começar a consagração: 6 de agosto
Nossa Senhora das Dores
Festa dia e dia da consagração: 15 de setembro
Dia para começar a consagração: 13 de agosto
Nossa Senhora do Rosário
Festa dia e dia da consagração: 7 de outubro
Dia para iniciar a consagração: 4 de setembro
Apresentação da Virgem Maria
Festa dia e dia da consagração: 21 de novembro
Dia para começar a consagração: 19 de outubro
Virgem da Medalha Milagrosa
Festa dia e dia da consagração: 27 de novembro
Dia para começar a consagração: 25 de outubro
Imaculada Conceição de Maria
Dia da festa e dia da consagração: 8 de dezembro
Dia para começar a consagração: 5 de novembro
Nossa Senhora de Guadalupe
Festa dia e dia da consagração: 12 de dezembro
Dia para iniciar a consagração: 7 de novembro
Maria Mãe de Deus
Festa dia e dia da consagração: 1 de janeiro
Dia para começar a consagração: 29 de novembro

Dias:
[1] [2] [3] [4] [5] [6] [7] [8] [9] [10]
[11] [12] [13] [14] [15] [16] [17] [18] [19] [20]
[21] [22] [23] [24] [25] [26] [27] [28] [29] [30]
[31] [32] [33] [Consagração]

Baixe o aplicativo Amando os corações de Jesus e Maria que o ajudarão a praticar essas consagrações e reparos, juntamente com outras orações e práticas para os corações de Jesus e Maria.

Consagrações ao Imaculado Coração de Maria

Consagração ao Imaculado Coração de Maria

Ó Coração Imaculado de Maria, repleto de bondade, mostrai-nos o Vosso amor. A chama do Vosso Coração, ó Maria, desça sobre todos os homens. Nós Vos amamos infinitamente. Imprimi nos nossos corações o verdadeiro amor, para que sintamos o desejo de Vos buscar incessantemente. Ó Maria, Vós que tendes um Coração suave e humilde, lembrai-vos de nós quando cairmos no pecado. Vós sabeis que todos os homens pecam. Concedei que, por meio do Vosso Imaculado e Materno Coração, sejamos curados de toda doença espiritual. Fazei que possamos sempre contemplar a bondade do Vosso Materno Coração e nos convertamos por meio da chama do Vosso Coração. Amém.

Ato de Consagração ao Imaculado Coração de Maria

Oh! Maria, Mãe de Deus e nossa Mãe, Rainha do céu e refúgio dos pecadores, ao Vosso Coração Imaculado consagramos nossa vida, todo nosso ser, tudo o que temos, tudo o que amamos, tudo o que somos.

A Vós pertencem nossos lares, nossa pátria.

Queremos que seja vosso, e participe dos benefícios de vossas bênçãos maternais, tudo o que existe em nós, e ao redor de nós.

E para que esta consagração seja realmente eficaz e duradoura, renovamos hoje, aqui aos vossos pés, oh! Maria, as promessas do nosso batismo e da nossa primeira comunhão.

Comprometemo-nos a professar, corajosamente e sempre, as verdades da fé, e a viver como católicos, submissos à sua Santidade, o Papa e aos Bispos em comunhão com ele.

Comprometemo-nos a observar os Mandamentos de Deus e da Igreja, particularmente a santificação do Domingo.

Considerai e depois fazei o que Vos disser o Coração.

Deixai Vosso Coração agir… conto com Ele, confio n’Ele e a Ele me entrego.

Queremos empenhar-nos, ó gloriosa Mãe de Deus e nossa Mãe, para que o Reino de Cristo, vosso Filho, seja uma presença em nossas almas na terra como no céu.

Queremos oferecer cinqüenta rosas pela reza do terço, meditando sobre os mistérios do Santo Rosário. Amém.

Ato de Consagração ao Imaculado Coração de Maria
Pelo Papa Pio XII

Oh! Rainha do Santíssimo Rosário, auxilio dos cristãos, refugio do gênero humano, vencedora de todas as batalhas de Deus!

Ante vosso Trono nos prostramos suplicantes, seguros de impetrar misericórdia e de alcançar graça e oportuno auxilio e defesa nas presentes calamidades, não por nossos méritos, mas sim unicamente pela imensa bondade de vosso maternal Coração.

Nesta hora trágica da história humana, a Vós, a vosso Imaculado Coração, nos entregamos e nos consagramos, não apenas em união com a Santa Igreja, corpo místico de vosso Filho Jesus, que sofre e sangra em tantas partes e de tantos modos atribulada, mas sim também com todo o mundo dilacerado por atrozes discórdias, abrasado em um incêndio de ódio, vítima de suas próprias iniqüidades.

Que vos comovam tantas ruínas materiais e morais, tantas dores, tantas angustias de pais e mães, de esposos, de irmãos, de crianças inocentes;

Tantas vidas cortadas em flor, tantos corpos despedaçados na horrenda carnificina, tantas almas torturadas e agonizantes, tantas em perigo de perderem-se eternamente.

Vós, Oh! Mãe de misericórdia, consegui-nos de Deus a paz; e, ante tudo, as graças que podem converter-se em um momento os humanos corações, as graças que reparam, conciliam e asseguram a paz.

Rainha da paz, rogai por nós e dai ao mundo em guerra a paz por quem suspiram os povos, a paz na verdade, na justiça, na caridade de Cristo.
Dai a paz das armas e a paz das almas, para que na tranqüilidade da ordem se dilate o reino de Deus.

Concedei vossa proteção aos infiéis e a quantos jazem ainda nas sombras da morte; concedeis a paz e fazei que brilhe para eles o sol da verdade e possam repetir com nós ante o único Salvador do mundo: glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens de boa vontade.

Dai a paz aos povos separados pelo erro ou a discórdia, especialmente a aqueles que vos professam singular devoção e nos quais não havia casa onde não se achasse honrada vossa venerada imagem (hoje quiçá oculta e retirada para melhores tempos), e fazei que retornem ao único redil de Cristo sob o único verdadeiro Pastor.

Obtende paz e liberdade completa para a Igreja Santa de Deus; contei o dilúvio inundante do neopaganismo, fomentai nos fiéis o amor à pureza, a prática da vida cristã e do zelo apostólico, a fim de que aumente em méritos e em número o povo dos que servem a Deus.

Finalmente, assim como foram consagrados ao Coração de vosso Filho Jesus a Igreja e todo o gênero humano, para que, postas nele todas as esperanças, fosse para eles sinal e prenda de vitória e de salvação;

De igual maneira, Oh! Mãe nossa e Rainha do Mundo, também nos consagramos para sempre a Vós, a vosso Imaculado Coração, para que vosso amor e patrocínio acelerem o triunfo do Reino de Deus, e todas as gentes, pacificadas entre si e com Deus, Vos proclamem bem-aventurada e entoem convosco, de um extremo a outro da terra, o eterno Magníficat de glória , de amor, de reconhecimento ao Coração de Jesus, no qual apenas se podem achar a Verdade, a Vida e a Paz.

Consagração ao Imaculado Coração de Maria

Santíssima Virgem Maria, movido pelo ardente desejo de amar-vos como Mãe querida e promover uma terna devoção ao Vosso Imaculado Coração, digníssimo de todo amor e veneração e tão transpassado de dor pelas blasfêmias e ingratidões dos homens, humildemente me prostro ao vossos pés e consagro ao vosso coração doloroso e imaculado para sempre: meu corpo, minha alma, minha vida, meu coração e todo o meu ser. Aceitai, Mãe amorosíssima, esta consagração e guardai-me sempre em vosso coração materno. Ó, minha terna Mãe, em vós confio, quero amar-vos sempre mais e servir-vos com toda felicidade. Abençoai-me, protegei-me e preservai-me de todo o mal. Amém

Consagração pessoal ao Coração Imaculado de Maria
(oração escrita por Ir. Lúcia)

Virgem Maria, Mãe de Deus e nossa Mãe, ao Vosso Coração Imaculado nos consagramos, em ato de entrega total ao Senhor. Por Vós seremos levados a Cristo. Por Ele e com Ele seremos levados ao Pai. Caminharemos à luz da fé e faremos tudo para que o mundo creia que Jesus Cristo é o enviado do Pai. Com Ele queremos levar o Amor e a Salvação até os confins do mundo. Sob a proteção do Vosso Coração Imaculado seremos um só povo com Cristo. Seremos testemunhas da Sua ressurreição. Por Ele seremos levados ao Pai, para glória da Santíssima Trindade, a Quem adoramos, louvamos e bendizemos. Amém.

Reparação do Sagrado Coração de Jesus

ORAÇÃO DO ANJO DE PORTUGAL (Dado em Fátima aos pastores)

Santíssima Trindade, Pai, Filho, Espírito Santo,
adoro-Vos profundamente
e ofereço-Vos o preciosíssimo Corpo, Sangue, Alma e Divindade de Jesus Cristo,
presente em todos os sacrários da terra,
em reparação dos ultrajes, sacrilégios e indiferenças com que ele mesmo é ofendido.
E pelos méritos infinitos do Seu Santíssimo Coração
e do Coração Imaculado de Maria,
peço-Vos a conversão dos pobres pecadores.

Reparação ao Sagrado Coração de Jesus e o Papa Pio XI

Dulcíssimo Jesus, cuja infinita caridade para com os homens é por eles tão ingratamente correspondida com esquecimentos, friezas e desprezos, eis-nos aqui prostrados na Vossa presença, para Vos desagravarmos, com especiais homenagens, da insensibilidade tão insensata e das nefandas injúrias com que é de toda parte alvejado o Vosso amorosíssimo coração.

Reconhecendo, porém, com a mais profunda dor, que também nós mais de uma vez cometemos as mesmas indignidades, para nós, em primeiro lugar, imploramos a Vossa misericórdia, prontos a expiar não só as próprias culpas, senão também as daqueles que, errando longe do caminho da salvação, ou se obstinam na sua infidelidade, não Vos querendo como pastor e guia, ou, conculcando as promessas do batismo, sacudiram o suavíssimo jugo da Vossa santa lei.

De todos estes tão deploráveis crimes, Senhor, queremos nós hoje desagravar-Vos, mais particularmente da licença dos costumes e imodéstia do vestido, de tantos laços de corrupção armados à inocência, da violação dos dias santificados, das execrandas blasfêmias contra Vós e Vossos Santos, dos insultos ao Vosso Vigário e a todo o Vosso clero, do desprezo e das horrendas e sacrílegas profanações do Sacramento do divino amor e, enfim, dos atentados e rebeldias das nações contra os direitos e o Magistério da Vossa Igreja.

Oh! Se pudéssemos lavar com o próprio sangue tantas iniqüidades!

Entretanto, para reparar a honra divina ultrajada, Vos oferecemos, juntamente com os merecimentos da Virgem Mãe, de todos os santos e almas piedosas, aquela infinita satisfação, que Vós oferecestes ao eterno Pai sobre a cruz, e que não cessais de renovar todos os dias sobre nossos altares.

Ajudai-nos Senhor, com o auxílio da Vossa graça, para que possamos, como é nosso firme propósito, com a vivência da fé, com a pureza dos costumes, com a fiel observância da lei e caridade evangélicas, reparar todos os pecados cometidos por nós e por nosso próximo, impedir, por todos os meios, novas injúrias de Vossa divina Majestade e atrair ao Vosso serviço o maior número de almas possíveis.

Recebei, ó benigníssimo Jesus, pelas mãos de Maria santíssima reparadora, a espontânea homenagem deste nosso desagravo, e concedei-nos a grande graça de perseverarmos constantes, até à morte, no fiel cumprimento de nossos deveres e no Vosso santo serviço, para que possamos chegar todos à pátria bem-aventurada, onde Vós com o Pai e o Espírito Santo viveis e reinais por todos os séculos dos séculos.

Amém.

ATO DE DESAGRAVO AO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS
Para ser rezado na festa do Coração de Jesus e nas primeiras sextas-feiras

Dulcíssimo Jesus, cuja infinita caridade para com os homens é deles tão ingratamente correspondida com esquecimentos, friezas e desprezos, eis-nos aqui prostrados, diante do vosso altar, para vos desagravarmos, com especiais homenagens, da insensibilidade tão insensata e das nefandas injúrias com que é de toda parte alvejado o vosso dulcíssimo Coração.

Reconhecendo, porém, com a mais profunda dor, que também nós, mais de uma vez, cometemos as mesmas indignidades, para nós, em primeiro lugar, imploramos a vossa misericórdia, prontos a expiar não só! as próprias culpas, senão também as daqueles que, errando longe do caminho da salvação, ou se obstinam na sua infidelidade, não vos querendo como pastor e guia, ou, conculcando as promessas do batismo, sacudiram o suavíssimo jugo da vossa santa Lei.

De todos estes tão deploráveis crimes, Senhor, queremos nós hoje desagravar-vos, mas particularmente da licenças dos costumes e imodéstias do vestido, de tantos laços de corrupção armados à inocência, da violação dos dias santificados, das execrandas blasfêmias contra vós e vossos santos, dos insultos ao vosso vigário e a todo o vosso clero, do desprezo e das horrendas e sacrílegas profanações do Sacramento do divino Amor, e enfim, dos atentados e rebeldias oficiais das nações contra os direitos e o magistério da vossa Igreja.
Oh, se pudéssemos lavar com o próprio sangue tantas iniqüidades!

Entretanto, para reparar a honra divina ultrajada, vos oferecemos, juntamente com os merecimentos da Virgem Mãe, de todos os santos e almas piedosas, aquela infinita satisfação que vós oferecestes ao Eterno Pai sobre a cruz, e que não cessais de renovar todos os dias sobre os nossos altares.

Ajudai-nos, Senhor, com o auxílio da vossa graça, para que possamos, como é nosso firme propósito, com a viveza da fé, com a pureza dos costumes, com a fiel observância da lei e caridade evangélicas, reparar todos os pecados cometidos por nós e por nossos próximos, impedir por todos os meios novas injúrias à vossa divina Majestade e atrair ao vosso serviço o maior número de almas possível.

Recebei, oh! benigníssimo Jesus, pelas mãos de Maria Santíssima Reparadora, a espontânea homenagem deste nosso desagravo, e concedei-nos a grande graça de perseverarmos constantes até a morte no fiel cumprimento dos nossos deveres e no vosso santo serviço, para que possamos chegar todos à Pátria bem-aventurada, onde vós, com o Pai e o Espírito Santo, viveis e reinais, Deus, por todos os séculos dos séculos. Assim seja

ORAÇÃO DE DESAGRAVO AO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS

Oh! Jesus, bem dissestes que recebeis dos homens ingratidões, frieza e desprezos. Muitos não querem Vos adorar, louvar e agradecer!
Diante de Vós, queremos desagravar o Vosso Sagrado Coração com a homenagem do nosso amor.

Nós também pecamos e imploramos Vossa misericórdia, primeiramente, para nós.
Aqui estamos, Senhor, a implorar Vossa graça para todos os que rejeitam a salvação e não aceitam os apelos da Vossa bondade.

Queremos desagravar-Vos dos maus costumes, das imoralidades, da imodéstia dos vestidos, dos pecados contra a moral familiar, e da profanação dos lugares sagrados e dos Sacramentos.
Para reparar a honra divina, tão ultrajada, oferecemos ao Pai Eterno os merecimentos da Virgem Maria e de todos os Santos e, sobretudo, os méritos infinitos do Vosso Santo Sacrifício na Cruz, perpetuado em nossos altares.

Recebei, oh! Sagrado Coração de Jesus, pelas mãos de Maria Santíssima Reparadora, a espontânea homenagem deste nosso desagravo.
Concedei-nos a perseverança no fiel cumprimento dos nossos deveres cristãos, até à morte, para que possamos chegar à Pátria Eterna, onde Vós, com o Pai e o Espírito Santo, viveis e reinais pelos séculos dos séculos. Amém.

Reparação ao Imaculado Coração de Maria

Ato de desagravo ao Imaculado Coração de Maria

Oh! Coração Doloroso e Imaculado de Maria, transpassado de dor pelas injúrias com que os pecadores ultrajam vosso santo nome e vossas excelsas prerrogativas;

Eis prostrado aos vossos pés vosso indigno filho, que, oprimido pelo peso das próprias culpas, vem arrependido com ânimo de reparar as injúrias que, à maneira de penetrantes setas dirigem contra vós os homens ousados e perversos.

Desejo reparar com esse ato de amor e submissão que faço perante o vosso coração amantíssimo, todas as blasfêmias que proferem contra o vosso Augusto nome, todas as ofensas que fazem às vossas excelsas virtudes e todas as ingratidões com que os homens correspondem ao vosso maternal amor e inesgotável misericórdia.

Aceitai, oh! Coração Imaculado, esta demonstração de meu fiel carinho e justo reconhecimento, com o firme propósito que faço de ser-vos fiel todos os dias de minha vida, de defender vossa honra quando a veja ultrajada e de propagar com entusiasmo vosso culto e vossas glórias.

Rezar três Ave-Marias em honra ao poder, sabedoria e misericórdia do puríssimo Coração de Maria, desprezado pelos homens.

ATO DE DESAGRAVO AO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA

Ó Coração Doloroso e Imaculado de Maria, transpassado de dor pelas injúrias com que os pecadores ultrajam vosso santo nome e vossas excelsas prerrogativas; eis prostrado aos vossos pés vosso indigno filho, que, oprimido pelo peso das próprias culpas, vem arrependido com ânimo de reparar as injúrias que, à maneira de penetrantes setas dirigem contra vós os homens ousados e perversos. Desejo reparar com esse ato de amor e submissão que faço perante o vosso coração amantíssimo, todas as blasfêmias que proferem contra o vosso Augusto nome, todas as ofensas que fazem às vossas excelsas virtudes e todas as ingratidões com que os homens correspondem ao vosso maternal amor e inesgotável misericórdia.

Aceitai, ó Coração Imaculado, esta demonstração de meu fiel carinho e justo reconhecimento, com o firme propósito que faço de ser-vos fiel todos os dias de minha vida, de defender vossa honra quando a veja ultrajada e de propagar com entusiasmo vosso culto e vossas glórias.

(rezar 3 Ave Marias em honra ao poder, sabedoria e misericórdia do puríssimo Coração de Maria, desprezado pelos homens)

EM REPARAÇÃO DAS BLASFÊMIAS CONTRA O IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA

Ó Maria, minha Mãe Santíssima, desejando desagravar-Vos das ofensas que o Vosso Coração Doloroso e Imaculado recebe, e em especial das blasfêmias que se dirigem contra Vós, ofereço-Vos estes pobres louvores com o fim de Vos consolar por tantos filhos ingratos que não Vos amam, e consolar o Coração Santíssimo de Jesus, Vosso Filho e Senhor nosso, a quem tanto ofendem e entristecem as injúrias feitas contra Vós.

Dignai-Vos, Mãe Dulcíssima, receber este meu pobre e humilde obséquio; fazei que Vos ame e me sacrifique por Vós, cada vez mais; e olhai com olhos de misericórdia para tantos infelizes a fim de que não tardem em acolher-se, arrependidos, ao Vosso colo maternal. Amém.

Bendito seja Deus!
Bendita a excelsa Mãe de Deus, Maria Santíssima!
Bendita a Sua Santa e Imaculada Conceição!
Bendita a Sua gloriosa Assunção!
Bendito seja o Nome de Maria, Virgem e Mãe!
Bendito o Seu Imaculado e Doloroso Coração!
Bendita a Sua Pureza Virginal!
Bendita a Sua Divina Maternidade!
Bendita a Sua Mediação Universal!
Benditas as Suas Lágrimas e as Suas Dores!
Benditas as graças com que o Senhor A coroou Rainha dos Céus e da Terra!
Glória a Maria Santíssima, Filha Primogênita do Pai!
Glória a Maria Santíssima, Mãe Imaculada do Filho!
Glória a Maria Santíssima, Esposa Virginal do Espírito Santo!

Virgem Santíssima, minha boa e terna Mãe, eu Vos amo pelos que não Vos amam; eu Vos louvo pelos que Vos blasfemam; entrego-me totalmente a Vós, pelos que não querem reconhecer-Vos por sua Mãe.

Ave-Maria…

Ó Maria concebida sem pecado,
rogai por nós que recorremos a Vós.
Coração Imaculado de Maria,
sede a nossa salvação!

Baixe o aplicativo Amando os corações de Jesus e Maria que o ajudarão a praticar essas consagrações e reparos, juntamente com outras orações e práticas para os corações de Jesus e Maria.

De volta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *